Depois de várias semanas repercutindo pela imprensa, o caso que envolvia Justin Bieber e Mariah Yeater está chegando ao fim.

Após impasses relacionados ao exame de DNA e às mensagens enviadas por Mariah a seus familiares, o pai de Tristyn Yeater, suposto filho do cantor, se pronunciou sobre o caso. Robert Powell, que cumpre pena em um presídio dos Estados Unidos, revelou ao site RumorFix que Mariah mentiu porque precisava de dinheiro com urgência.

Ele relatou que ambos estavam sem teto e que Mariah decidiu forjar a história e vendê-la a um tabloide por US$ 50 mil e assim saírem daquela vida. Na história criada, Mariah tinha conhecido Bieber em um show e que teve relações com ele em um banheiro quando na verdade a jovem jamais foi a qualquer show do astro como também jamais cruzou com ele.

"Ela só o escolheu porque pensou que sendo famoso, ela poderia ganhar muito dinheiro ao contar para as revistas que Justin era o pai. Ela só o enxergou como uma oportunidade para fazer muito dinheiro", afirmou Powell, que ainda garantiu ser o pai de Tristyn mesmo com a certidão de nascimento do bebê não apresentar o seu nome no campo que é destinado ao nome do pai.

Mesmo com toda essa história, o detento admite que ainda ama Mariah: "Ela fez parecer como se isso tudo fosse por nós, mas ela é ambiciosa. Mas eu não sei, eu ainda a amo".

Powell concluiu afirmando que só quer ficar com seu filho e que Mariah pode ficar com o dinheiro. Ele também afirmou "sentir muito" por Justin: "E cara, de verdade, eu sinto muito por Justin Bieber. Ele é só um garoto. Ele não precisa passar por todo esse drama. (...) Sinto muito pelo cara".

Em tempo - Ainda não se sabe se Justin Bieber dará sequência ao processo que ameaçou mover contra Mariah Yeater solicitando danos morais. No auge da discussão, emissários do cantor chegaram a afirmar que processariam a jovem caso ela insistisse nas acusações de paternidade.

Fonte: Na Telinha


منبع:
http://blogmaistv.blogspot.com